Como driblar a ansiedade para o vestibular?

Placeholder image
junho

2020

Ansiedade e vestibular.

Sabemos que a entrada no vestibular é uma escalada difícil. Ela não se resume apenas a resolver exercícios, praticar nossas redações, decorar fórmulas de física e matemática ou construir mentalmente uma linha do tempo com os fatos históricos mais importante de cada período
Ela também envolve noites mal dormidas, nervosismo, estresse, medo, cansaço e ansiedade. A ansiedade, apesar de uma reação normal frente a situações que geram preocupação, medo ou expectativas, pode vir acompanhada de outras complicações, como inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de se concentrar, tensão muscular e perturbações no sono .
Assim, alinhar todas essas emoções e sensações com a rotina de estudos para alcançar a tão sonhada vaga na universidade não é tarefa fácil. No entanto, existem algumas estratégias interessantes para driblar a ansiedade e manter uma rotina saudável e tranquila.

Nós, do Colégio Alethus, também acreditamos que encontrar um tempo para se exercitar e dedicar um tempo para o lazer, família e amigos é fundamental.
Organize seus estudos semanalmente tendo em mente que eles não devem ocupar todas as horas livres do seu dia. Siga esse planejamento.
Tenha paciência com você mesmo e respeite suas limitações. Tente ter boas noites de sono fazendo, por exemplo, uma meditação ao deitar.
Sabemos que o exercício prático dos nossos conhecimentos é fundamental para o vestibular, mas nossa maior vantagem é ir com o corpo e a mente leves e descansados.
Conte conosco!

Algumas dicas

  • Exercite sua respiração e mantenha-se positivo com seus objetivos.
  • Converse com a família, amigos ou profissionais da saúde
  • O que nas suas tarefas e objetivos e não no que as outras pessoas podem estar pensando ou fazendo.
  • Relembre os momentos em que você atingiu bons resultados no passado.
  • Pratique a atenção plena: encontre sua âncora. Em um ambiente silencioso e posição confortável dedique 3 minutos de mindfulness.
  • Estabeleça prioridades: identifique conteúdos que são mais frágeis para você e que serão exigidos nos vestibulares e dedique-se de maneira mais eficiente e focada com eles – enfrentar nossas dificuldades ajuda a minimizar a ansiedade.
  • Aprenda com os erros e não se culpe por errar: sentir-se capaz de superar dificuldades é muito gratificante.