Placeholder image
agosto

2020

ENEM EM JANEIRO

A data do ENEM foi decidida e será entre 17 e 24 de janeiro para quem escolheu a prova impressa, e dia 31 e 7 de fevereiro para aqueles que escolheram a prova digital. Após a prova ser adiada por conta de pressão dos estudantes diante da pandemia de Covid-19, o MEC reagendou as datas

"Mais da metade dos alunos preferiu dezembro e janeiro. Então, estamos atendendo esse público que é mais de 50% dos alunos", comentou o secretárioexecutivo do governo.

"A enquete não seria o único parâmetro para definição da data. Ela era mais um parâmetro. Nós sempre entendemos que seria muito importante ouvir os secretários estaduais de educação, assim como também sinstituições de ensino superior", disse o secretário-executivo. Ainda, para aqueles que forem afetados por eventuais problemas de estrutura, as provas serão reaplicadas nos dias 24 e 25 de fevereiro e os resultados vão sair a partir de 29 de março.

No entanto, jovens sem estruturas para estudar em casa temem pela desvantagem no Enem e muitos chegam a desistir do exame.

Segundo o MEC a mudança das datas não irá afetar o ingresso dos alunos nas universidades, mas não é o que aconteceu com a Unicamp, segunda melhor universidade do país. De acordo com a própria universidade, que anunciou na manhã do dia 20 de julho a notícia, não haverá um edital exclusivo para ingresso na instituição em 2021 pelo Enem.

Por essa razão, foram adicionadas 639 vagas, que eram destinadas ao exame, para o processo seletivo do vestibular tradicional. Segundo a comissão organizadora, o calendário da universidade é incompatível com o cronograma definido pelo MEC para a divulgação dos resultados De acordo com a Comvest, a instituição prevê o início do 1º semestre de 2021 no dia 15 de março, quase duas semanas antes dos resultados do Enem.

prova Enem

"Para ingresso em 2021, estão reservados 25% do total de vagas aos(às) candidatos(as) autodeclarados(as) negros(as) (pretos[as] e pardos[as]). Além disso, com o cancelamento da modalidade EnemUnicamp para este ano, das 3.234 vagas disponíveis no Vestibular Unicamp, distribuídas em 69 cursos de graduação, 317 estão reservadas para estudantes negros(as) (pretos[as] e pardos[as]), divididas em 145 vagas para autodeclarados(as) negros(as) e 172 vagas para estudantes autodeclarados(as) negros(as) de escola pública". ((https://www.comvest.unicamp.br/cotas/)

A primeira fase, inicialmente marcada em novembro, será realizada nos dias 6 e 7 de janeiro, enquanto que a 2ª está marcada para os dias 7 e 8 de fevereiro. Ademais, foi divulgado que o período de inscrições ocorrerá de 30 de julho até 8 de setembro em sua página oficial. Ao contrário dos anos anteriores, a primeira fase será realizada em 2 dias para evitar a aglomeração de candidatos.